Imóveis na janela de trocas, Celtics minimizam movimentos dos rivais e mantêm a confiança no elenco

Embalado nos últimos meses, Boston acredita no mesmo grupo enquanto adversários pelo topo do Leste se reforçam; neste sábado, time encara os Clippers, com transmissão do SporTV 2

Por SporTV.com — Boston, EUA

09/02/2019 14h00  Atualizado há 7 horas

Imóveis na janela de trocas, Celtics minimizam movimentos dos rivais e mantêm a confiança no elenco

Omar Rawlings/Getty Images

Líder isolado do Leste, os Bucks foram em busca do bom arremessador Nikola Mirotic. Vice-líderes, os Raptors trocaram pelo experiente pivô Marc Gasol. Outro forte candidato da Conferência, os 76ers fizeram uma série de adições na janela de transferências encerrada nesta quinta-feira. E os Celtics? Bastante ativo no mercado nos últimos anos, o time de Boston, desta vez, apenas observou e segue confiante no potencial do atual elenco para fazer bonito nos playoffs.

– A janela foi movimentada para muita gente, pelo que eu soube. Para nós, acho que estamos bem definidos. Nossos dirigentes deixaram isso claro. É bom que agora podemos focar no restante da temporada e nos divertir – afirmou o astro dos Celtics, Kyrie Irving, ao avaliar a janela de trocas.

+ Neste sábado, o Boston Celtics encara o LA Clippers, a partir das 23h (de Brasília), com transmissão ao vivo do SporTV 2.

Boston Celtics — Foto: Getty Images

Boston Celtics — Foto: Getty Images

Rivais se reforçam: presente nas duas últimas Finais do Leste – em ambas, derrotados pelos Cavaliers -, os Celtics entraram no campeonato deste ano com o objetivo claro de, desta vez, vencer a Conferência. A tarefa, porém, não deve ser nada fácil. A campanha do Boston tem sido de altos e baixos e a concorrência também aumentou bastante.

Apesar da queda dos Cavs após a saída de LeBron, despontaram forças como os Bucks, que cresceram nas mãos do técnico Mike Budenholzer. Dono da melhor campanha da NBA até aqui, o time de Milwaukee não ficou parado na janela e trocou o ala Thon Maker, que estava sem espaço, por Nikola Mirotic. Com confiável arremesso de três, o ala montenegrino deve ajudar a abrir mais espaço no garrafão para o grego Giannis Antetokounmpo.

Outro concorrente de peso para os Celtics é o Toronto Raptors, que trocou pelo astro Kawhi Leonard no início da temporada e, nesta quinta, foi em busca de outro jogador com muita experiência em playoffs: o veterano pivô Marc Gasol, que deixou o Memphis Grizzlies após 10 anos.

Marc Gasol, Toronto Raptors — Foto: Reprodução / Twitter @nbatv

Marc Gasol, Toronto Raptors — Foto: Reprodução / Twitter @nbatv

Não tão embalado quanto os rivais, o Philadelphia 76ers se movimentou bastante e, com a adição de Tobias Harris, passou a ter, para muitos, o quinteto titular mais talentoso da Conferência: o ala se junta a Joel Embiid, Ben Simmons, Jimmy Butler e JJ Redick. Os Sixers ainda conseguiram suplentes que podem ajudar, como os alas Mike Scott, Jonathon Simmons e James Ennis III.

– Vai ser bastante divertido – resumiu Marcus Morris, um dos destaques dos Celtics na temporada.

– Todos aqui estão satisfeitos e querem estar aqui (em Boston). Nós nos damos muito bem, curtimos jogarmos juntos. Vamos torcer para todos fiquem saudáveis, o que certamente nos dará uma chance (de brigar pelo topo da Conferência) – completou o jovem Jayson Tatum.

Entradas de Marcus Smart e Marcus Morris no time titular ajudou no crescimento dos Celtics — Foto: Jason Miller/Getty Images

Entradas de Marcus Smart e Marcus Morris no time titular ajudou no crescimento dos Celtics — Foto: Jason Miller/Getty Images

Celtics em evolução: o otimismo demonstrado pelo Boston tem fundamento. De fato, o time tem melhorado nos últimos meses e segue como candidato ao título no Leste. Após início complicado com 10 derrotas nos primeiros 20 jogos, o técnico Brad Stevens mexeu na equipe no fim de novembro e os resultados começaram a aparecer.

Gordon Hayward, que vem tendo dificuldades para recuperar a forma após um ano parado por conta de grave lesão no tornozelo, deixou o time titular, assim como o jovem Jaylen Brown. Os dois passaram a integrar a segunda unidade, onde vêm rendendo melhor. No quinteto principal, entraram os dois Marcus do elenco: Smart e Morris.

A mudança fez muito bem aos Celtics, que desde o dia 26 de novembro, é o segundo time com mais vitórias em toda a NBA (24), apenas uma a menos que o líder Milwaukee Bucks. No período, Boston tem ainda o terceiro melhor ataque da liga (atrás de Warriors e Rockets) e a sexta melhor defesa.

– Nossa ansiedade ficou bem controlada (na janela de transferências). Nós gostamos bastante do nosso grupo. Não fomos perfeitos no começo do campeonato, ainda não alcançamos o melhor nível, mas estamos evoluindo e isso é animador – disse o técnico Brad Stevens.

O crescimento dos Celtics

Até o dia 26 de novembroDesde o dia 26 de novembro
12º em vitórias (10)2ª em vitórias (25)
27º ataque (rating de 104.6)3º melhor ataque (rating de 116.1)
2ª melhor defesa (rating 102.8)6ª melhor defesa (rating de 106.8)
11º em diferença de pontos (1.8)Líder em diferença de pontos (9.3)

Fonte: NBA *data em que Marcus Morris e Marcus Smart entraram no quinteto titular

Noivado com Kyrie: durante a janela de transferências, outro assunto que movimentou os bastidores em Boston foi Kyrie Irving. O armador, que está no último ano de contrato, chegou a dizer no início da temporada que o objetivo era renovar com a equipe. Discurso que ganhou tom mais misterioso nas últimas semanas, levantando questionamentos na torcida.

Nesta sexta-feira, após o fechamento da janela de transferências, o gerente dos Celtics, o ex-jogador Danny Ainge, garantiu que as conversas com o astro caminham bem.

– Acho que quando Kyrie fez aquele anúncio no início do ano, muitos acharam que era um casamento. Eu vejo mais como um noivado. Nós vamos casar em julho (quando os Celtics devem oferecer um contrato máximo a Irving). Temos tido boas conversas e o noivado continua indo muito bem – disse Aing em entrevista à rádio The Sports Hub.

Kyrie Irving Boston Celtics — Foto: Maddie Meyer/Getty Images

Kyrie Irving Boston Celtics — Foto: Maddie Meyer/Getty Images