Aprenda a escolher o revestimento certo para estofado

Há vários tipos de tecidos, tudo depende do ambiente e tipo de uso do móvel

Sofá, cadeira ou poltrona: todos eles trabalham com revestimentos. E são tantas opções que escolher o mais adequado é difícil. O importante é não pensar só na beleza, mas considerar ambiente, custo-benefício, tipo de uso da peça e dinâmica da casa.

Se a família é grande, o melhor é optar por revestimentos resistentes e de fácil limpeza e manutenção.Gerente de marketing da Cipatex, fabricante de revestimentos sintéticos com atuação no mercado moveleiro e decoração, Silvio Martins diz que para quem tem crianças, gatos ou cães em casa as melhores opções são revestimentos de sintético ou couro.

(Foto: Shutterstock)

“Os materiais podem ser limpos regularmente, oferecem menos risco de acúmulo de poeira e pelos de animais, além de não reter odores e serem mais difíceis de rasgar. Também são mais indicados para pessoas alérgicas. A cor, a estampa e a textura também devem ser levadas em conta para compor a decoração de forma adequada”, diz ele.

Revestimento sintético ou de couro é a melhor opção para quem tem criança ou animais. (Foto: Shutterstock)

Para a arquiteta Mariana Felgas, a escolha do tecido adequado ao estofamento deve levar em conta quatro fatores: conforto, durabilidade, preço e estética. “Dependerá principalmente das necessidades de uso do ambiente”.

Resistência

Martins destaca que o couro e os revestimentos sintéticos são mais resistentes. “Na lista aparecem o jacquard, com ótima resistência e bastante algodão em sua composição, chenille, suedes e ultrasuedes e a sarja”.

Segundo o gerente, materiais produzidos em fibras sintéticas, como o suede e os laminados em filmes de PVC, têm uma característica ambiental favorável. O primeiro vem de processos de reciclagem de garrafas PET, já o segundo de um termoplástico que tem origens renováveis.

“Já o linho tem capacidade de manter a sua aparência inalterada após anos de uso e tende a manter a sua cor mesmo após sucessivas lavagens, porém é preciso tomar cuidado para não encolher. Existem linhos mesclados a outros materiais que ajudam a diminuir o preço”.

O chenille é um dos tecidos mais escolhidos para revestir os sofás, confortável e aconchegante. É possível escolher diversas cores e estampas. “Ao optar pelo chenille, é preciso estar consciente de que a impermeabilização do móvel precisa ser feita, pois o tecido absorve qualquer líquido que for derramado nele”, afirma ele.

(Foto: Shutterstock)

Mariana Felgas destaca que o uso do couro está relacionado principalmente com ambientes que exigem alta durabilidade e que não sejam expostos a umidade. “Para conservar, é necessário hidratá-lo. Existem empresas especializadas no serviço, que poderão garantir a integridade do tecido ao final do procedimento”.

Impermeabilização

A função da impermeabilização é repelir líquidos e impedir que pelos de animais e poeira impregnem no tecido. O processo também aumenta a vida útil do estofado. Não é 100% eficaz, já que substâncias ácidas como urina, por exemplo, podem ultrapassar a camada impermeável do material.

“Quando há crianças ou animais em casa, vale a pena investir em impermeabilização. Existem tecidos no mercado que já são impermeabilizados de fábrica. A maior parte dos tecidos, naturais ou sintéticos, pode passar pelo processo”, detalha Martins.

Enchimento

O tipo de enchimento deve ser levado em conta na escolha do revestimento. No caso de estofado para ambientes externos, é importante enchimento que não mofe. Não adianta o revestimento ser antimofo se o material interno for ruim.

“Materiais sintéticos levam em sua fórmula – e na construção da fibra ou do tecido – aditivos que determinam características antimofo. Muito embora o material usado no revestimento possa estar protegido, o acúmulo de umidade e de outros detritos pode não impedir o aparecimento de mau cheiro e bolor no interior da peça”, cita gerente de marketing da Cipatex

Segundo ele, materiais com bom caimento, ou seja, que apresentem uma capacidade de adaptação às curvas e às costuras, são de suma importância para impedir a penetração de sujidades e o alcance do material usado para enchimento.

+ Camas embutidas são alternativas para espaços pequenos

Aprenda a fazer um sofá de pallet:


+